quinta-feira, 11 de dezembro de 2014

Arte na capa com Saulo Dias

Arte na Capa com Saulo Dias

Olá Pessoal! Aqui quem fala é Aline, sou a responsável pelas mídias sociais do Cadernorama. A arte na capa deste mês traz a ilustração e entrevista do Designer Saulo Dias, idealizador e fundador do Cadernorama.

Então curta a entrevista e no final faça a sua inscrição para o SORTEIO desta caderneta.
Sorteio



Entrevista

Aline: Como surgiu a vontade de trabalhar com encadernação artesanal? Sua formação de designer de produtos e professor de artes influenciou?

Saulo Dias: Bom, vamos lá, a vontade não surgiu do nada, sempre produzi materiais bem próximos da encadernação, propriamente dita (fanzines), até me aventurar em 2008 a fazer um diário de viagens para um amigo, depois fiz mais algumas encadernações. Em 2010 aconteceu um workshop na Ufes, quando finalizei a primeira caderneta o grande Daniel Barbosa disse: se é isso que você quer! Vai em frente meu caro, esse é o caminho, é só mergulhar! Na verdade minhas formações agregaram muito por ter as duas visões, uma técnica e a outra artística.

Aline: Quando a encadernação se tornou oficialmente o seu trabalho?

Saulo Dias: Fiz o workshop em maio de 2010, até o começo de setembro do mesmo ano foi testar, pesquisar, acertar, errar, até chegar ao resultado satisfatório de um modelo de produto com a capa do cadernorama e trabalhar a identidade do corte no canto inferior direito para diferenciar dos já existem no mercado. Ai sim no dia 23 de setembro surgiu o Cadernorama, agora já se vão 4 anos de encadernação artesanal.

identidade cadernorama e caderneta workshop
identidade do cadernorama e a primeira caderneta
 Aline: Em que se baseou a escolha do nome da sua marca?

Saulo Dias: Enquanto estudava a identidade dos produtos, travava uma batalha pessoal na escolha do nome, que considero um dos itens mais importantes de uma empresa, é ele que você vai defender, apresentar e divulgar. Então pensei e lembrei-me dos brinquedos dos anos 80, autorama, ferrorama, por que não cadernorama?! Se vou produzir cadernos, vai ser Cadernorama e resolvido. Mas fui atrás do significado “orama” de origem grega, exprime a ideia de espetáculo, vista, então porque não “o espetáculo de caderno”.

 Aline: Como é trabalhar por conta própria (como se organiza)?

Saulo Dias: Como em todas as profissões tem suas vantagens e desvantagens, a minha não é diferente, o desafio é administrar o tempo. Pois alguns projetos demandam muito tempo para serem desenvolvidos, principalmente os personalizados. A organização fica por conta da ordem de chegada das encomendas e a produção interna para venda da loja online. Mas consigo tempo para criar, produzir, praticar atividades físicas, passear...

Aline: Quais foram os trabalhos mais incríveis que você fez?

Saulo Dias: Sou suspeito em falar do meu trabalho, amo muito que faço, fica difícil descrever os trabalhos mais incríveis, o que eu curto mesmo é fazer novos projetos e nessa área você não cai na rotina, a todo momento você está de frente aos desafios e o bacana é achar as soluções certas para resolvê-los.

Tenho alguns trabalhos, em especial, destaco a primeira tiragem de 100 cadernetas da Editora Unique; um livro de assinaturas para o museu do jogador Edmilson Moraes, pentacampeão mundial pela seleção brasileira e 20 cadernetas produzidas em 2013 que foram doadas a Afecc para o Outubro Rosa.
 
caderneta Unique, Museu Edmilson Moraes e Outubro Rosa
cadernetas Unique, caderno de assinatura Museu Edmilson Moraes e cadernetas Outubro Rosa
 Aline: Você tem alguma parceria com amigos artistas?

Saulo Dias: Sim. Hoje em dia, sozinhos não chegamos a lugar algum. É sempre uma forma de descobrir talentos, receber influências, divulgar excelentes trabalhos que muitas vezes não são valorizados. Tenho alguns projetos com amigos, patrocino 2 eventos, o Bauruzão ilustrado e o Cão ilustrado, e vem mais coisa boa por aqui!

Aline: Quando surgiu a ideia de fazer um e-commerce?

Saulo Dias: Bom, a maior parte da produção é voltada para encomendas, mas com o passar do tempo percebemos a demanda de público que entrava em contato querendo o produto pronto para presentear ou usar sem ter a necessidade de ser personalizado, então investimos em uma loja online: www.lojacadernorama.com.br, assim os clientes têm opções de pronta entrega.

Aline: As pessoas hoje em dia estão cada vez mais exigentes e o feito à mão voltou com força, isso de algum modo influência o seu negócio?

Saulo Dias: Sim. Aqui no Cadernorama prezamos pela qualidade dos nossos produtos, a exigência faz parte do processo feito à mão. Na verdade temos que ser exigentes com todas as prestações de serviços, e na área da encadernação, algumas etapas são terceirizadas, por isso a importância de cobrar qualidade se vamos ser exigidos pelos nossos clientes.

Aline: Quais são as expectativas para o ano de 2015? Muitas novidades?

Saulo Dias: Primeiro tenho que falar do excelente ano de 2014 para o Cadernorama. Crescimento, comprometimento e mudanças que são primordiais para 2015. As expectativas são as melhores, como sempre priorizar a qualidade e responsabilidade com os nossos clientes, teremos muitas novidades.

Aline: Qual técnica que foi utilizada na arte da capa?

Saulo Dias: A arte da capa foi produzida à mão com caneta nanquim. Identifico-me muito com essa técnica e tipo de ilustração, sempre que sobra um tempo dou uma praticada, o título da arte é “Olhar Obscuro”.

5 comentários :

  1. ⋊Punky✩Viitor⋉14 de dezembro de 2014 10:51

    Ótima entrevista!!

    ResponderExcluir
  2. HooOOOooUUU!!! "Qui chique" heim meu nobre Saulo?! (Risos!). Parabéns, sucesso e positividade sempre!!!

    ResponderExcluir
  3. Ei Waldo!! obrigada pelo carinho e atenção de sempre!

    ResponderExcluir
  4. Rapá...ó o cara! boto fé! Deus abençoe!

    ResponderExcluir