sexta-feira, 30 de janeiro de 2015

Dia Nacional das Histórias em Quadrinhos por Rafael Oliveira

Quadrinho devora ouro
Devora Ouro - Red Door HQs

Hoje dia 30 de janeiro é o Dia Nacional das Histórias em Quadrinhos e ninguém melhor do que Rafael Oliveira (quadrinista) para contar um pouco sobre o mercado brasileiro em relação aos quadrinhos e o sucesso do Selo Red Door HQs.

Não sei ao certo quantos eventos relacionados a quadrinhos tivemos no ano de 2014 no Brasil, mas tenho certeza que foram muitos, entre eles, Gibicon, Santos Comic Con, Brasil Comic Con e Comic Con Experience. Na minha opinião, isso é apenas um indicativo que o mercado nacional das hqs está crescendo cada vez mais. Outro indicativo é a quantidade de material lançado por editoras e artistas independentes.

Red Door HQs no Comic Con Experience
Red Door HQs no Comic Con Experience (CCXP) - Daniel Queiroz, Rafael Oliveira e Bruno Arruda
Acredito que esse crescimento se deve a alguns fatores. Não é de hoje que as editoras já perceberam que quadrinhos não são apenas para crianças e adolescentes. Elas já estão investindo em publicações para adultos, conseguindo assim, formar novos leitores e recuperar leitores antigos, os que liam quadrinhos apenas durante o tempo de criança.

Os quadrinhos independentes é outro ponto que ajuda nesse crescimento e merece destaque. A quantidade de material publicado por novos quadrinistas é muito grande. Boa parte das publicações independente foge do gênero de super-herói, com isso, conseguem atingir e conquistar novos leitores. Os sites de financiamento coletivo é outro fator que está ajudando o mercado. Utilizando essa plataforma, os autores conseguem fazer uma "pré-venda" do seu material .

Quadrinhos independentes
quadrinhos independentes - foto | Chairim Arrais


A galera que gostar, apoia o projeto em troca de recompensas e ajuda o autor a bancar os custos para a publicação da sua hq.  O governo também ajuda a fomentar esse cenário. O Programa Nacional Biblioteca nas Escolas - PNBE e o Programa de Ação Cultural - ProAC  ajudam a incentivar os quadrinistas a produzirem novas obras, aumentando assim o número de títulos no mercado.

Esses são alguns motivos que eu vejo para esse crescimento do mercado nacional das hqs. Assim, podemos dizer que estamos consumindo mais quadrinhos, ou seja, lendo cada vez mais. Com tantos títulos, gêneros e estilos, tenho certeza que você pode encontrar uma hq do seu gosto.  

Desde fevereiro de 2013 faço parte do coletivo Red Door HQs com mais dois amigos. Começamos publicando webcomics com um diferencial, trabalhamos na base do improviso, sem um roteiro definido. Cada autor faz uma página e o próximo tem que continuar a história, levando para onde quiser, porém, tendo o cuidado de resolver os conflitos apresentados durante a história. Nesse esquema, além de autores, somos leitores, pois acabamos vendo a página juntos com os nossos leitores.

Publicações red door Hqs
Publicações do Selo Red Door HQs

Além dos digitais, resolvemos fazer quadrinhos para publicação impressa. Em quase 3 anos de projeto, já temos 5 títulos publicados pelo selo Red Door HQs, três de minha autoria, que são: A Busca (2014), Esperança (2013) e O Pagamento (2013 - prelúdio de uma das histórias apresentadas em  Inspiração, hq de Camilo Solano) e duas produzidas por Bruno Mutt, Daniel Queiroz Porto e por mim, Feira Livre (2014) e Red Door HQS - Vol. 1 (2014 - compilação das quatro  histórias publicadas no site durante o ano 2 do projeto). Clique aqui e conheça a loja online.

Nesse ano de 2015 já temos história nova no site, chamada Badass. Também estamos preparando novas histórias para lançarmos no decorrer desse ano. 
  
Sobre Rafael Oliveira Facebook Rafael Oliveira Red Door HQs Facebook Red Door HQs Image Map

Nenhum comentário :

Postar um comentário