terça-feira, 3 de novembro de 2015

Arte na capa com o Artista Visual Vitor Fernandes

Arte na Capa - Vitor Fernandes

Estamos fechando o Arte na Capa com chave de ouro com nosso parceiro Artista Visual Vitor Fernandes. Durante a nossa conversa Vitor contou como seus desenhos foram parar em shapes de skates, como surgiu o Cão Ilustrado e muito mais! E não se esqueça de fazer a inscrição para concorrer a caderneta!

Ganhadora Mariana Costa


Entrevista


Fale um pouco de quando você começou os seus primeiros rabiscos?

Essa é uma pergunta que sinceramente não sei responder com exatidão, porém posso dizer que nunca mais parei. 

Com formação em design gráfico entre os seus trabalhos estão às estampas para shapes de skates, que entra na linha de produtos, como aconteceu essa transição?

As transições estão bem presentes no meu trabalho, tanto no estilo das ilustrações quanto na aplicação delas. No caso do shape, o contato veio através de um amigo que trabalha com venda de produtos relacionados ao esporte. Após algumas conversas sobre como poderia funcionar o negócio, foi só fazer o produto acontecer.


Shape Skate


Seu traço tem uma linguagem própria, você trabalha ele entre o manual e o digital e o seu processo de criação, como funciona?

As ideias surgem de observação das coisas, comportamentos e situações em geral. Como sempre tive bastante interesse social e antropológico, o resultado tende a ter essa cara. A partir daí sempre corro pro papel e depois pro computador. Mas como gosto de experimentar novas formas de criação pra alcançar outros tipos de resultado vira e mexe acabo mudando essa ordem. Assim não viro "refém" do meu processo.

Vitor Fernandes


Você é o idealizador e também fundador de alguns eventos de desenho no estado, entre eles o “Cão ilustrado” e o “Sketch bar”, como surgiu a ideia?

A ideia surgiu da necessidade de juntar essa galera. Fazer a ponte entre quem esta a mais tempo em atividade com quem está começando a carreira. Por enxergar que havia a necessidade dessas pessoas estarem em contato e a importância que isso traria para os profissionais criei o Cão Ilustrado. Mais tarde nos reunimos eu, Alex Furtado (Locomotipo) e Juliana Colli (OPARQUE) e idealizamos Sketch Bar, que tem essa mesma proposta, porém com novas possibilidades de interação entre os participantes do evento.


Cão Ilustrado e Sketch Bar
Cãe Ilustrado e Sketch Bar


Em que você se inspirou para fazer a capa e qual a técnica utilizada?

O conceito veio da frase "My body. My rules." (Meu corpo. Minhas regras.) A técnica foi lápis no papel, arte-finalizado no nanquim e depois edição no PS.

Facebook Vitor Fernandes Instagram Vitor Fernandes Image Map

Nenhum comentário :

Postar um comentário